Fatores de Influência na Intenção Empreendedora de Universitários Brasileiros e Japoneses do Curso de Engenharia Têxtil

  • Fabiano Palhares Galão UTFPR
  • Ana Carolina Piccinini de Alencar Schiavi UTFPR
  • Camilla Lie Kataoka UTFPR
Palavras-chave: Empreendedorismo, Intenção empreendedora, , teoria do comportamento planejado

Resumo

O empreendedorismo é caracterizado como uma atividade essencial para o desenvolvimento econômico e social de uma região, sendo um tema amplamente discutido e incentivado em diferentes contextos, em especial, nas instituições de ensino superior. De modo específico, este estudo é desenvolvido tendo como recorte a Intenção Empreendedora (IE), a qual é fundamentada na Teoria do Comportamento Planejado de Ajzen (1991) e tem por objetivo identificar e analisar os fatores que influenciam a IE de alunos matriculados no curso de Engenharia Têxtil de uma universidade no Brasil e outra no Japão.  Realizou-se uma pesquisa de caráter descritivo, quantitativo e transversal, tendo como base o estudo de Liñán e Chen (2009) que desenvolveram um instrumento de medida psicométrica para a mensuração da IE. As análises empregadas foram:  estatística descritiva e a regressão múltipla.  A pesquisa apontou que os alunos do Brasil têm uma predisposição maior ao empreendedorismo do que os alunos do Japão. Ademais, percebeu-se que variáveis como gênero, formação em empreendedorismo, parentes empreendedores e idade influenciam a IE. Revelou-se também que para os estudantes brasileiros a variável Atitude Pessoal é a mais correlacionada com a IE. Por outro lado, na amostra dos estudantes japoneses, a variável Controle do Comportamernto Percbido  foi a mais relacionada com a IE.  Por fim, foi possível reafirmar os postulados de Ajzen (1991), os quais apontam que os fatores comportamentais apresentam o maior poder explicação da IE.

Biografia do Autor

Fabiano Palhares Galão, UTFPR

Doutor em Administração pela Universidade de São Paulo (FEA-USP)

Professor do Departamento de Engenharia de Produção da Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Ana Carolina Piccinini de Alencar Schiavi, UTFPR

Acadêmica do cuso de Engenharia de Produção na Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Camilla Lie Kataoka, UTFPR

Acadêmica do curso de Engenharia de Produção da Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Referências

AJZEN, I. The theory of planned behavior. Organizational Behavior and Human Decision Processes, v.50, n.2, p. 179-211,1991
ALMEIDA, F. S.; TEIXEIRA, R. M. Influência da família e das redes sociais na criação de negócios por jovens empreendedores. Pretexto, v.15, n.2, p.110-128, 2014.
BIRCHLER, E.A.; TEIXEIRA, A. A Intenção Empreendedora de Estudantes e os fatores que a influenciam. Revista de Negócios, v.22, n. 2, p.7-22, 2017.
BIRD, B. Implementing entrepreneurial ideas: The case for intention. Academy of Management Review, v.13, n.3, p. 442–453, 1988.
BOHNENBERGER, M. C.; SCHMIDT, S.; FREITAS E.C. A Influência da Família na Formação Empreendedora. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS GRADUAÇÃO E PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO, 31, 2007, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: ANPAD, 2007.
DORNELAS, J.C.A. Empreendedorismo: transformando ideias em negócios. Rio de
FANG, C.; CHEN, L. Exploring the Entrepreneurial Intentions of Science and Engineering Students in China : A Q Methodology Study. Sustainability, v. 11, n.10, 2019.
FAYOLLE, A.; GAILLY, B. The impact of entrepreneurship education on entrepreneurial attitudes and intention: Hysteresis and persistence. Journal of Small Business Management, v. 53, n. 1, p. 75-93, 2015.
FILION, L. J. Empreendedorismo: empreendedores e proprietários-gerentes de pequenos negócios. Revista de Administração, v.34, n. 2, p. 5-28, 1999.
GOMES, A. F. O empreendedorismo como uma alavanca para o desenvolvimento local. Revista Eletrônica de Administração, v. 4, n.2, 2005.
HAIR, Junior; J. F., BABIN, B.; MONEY, A. H.; SAMOUEL, P. Fundamentos de métodos de pesquisa em administração. Porto Alegre: Bookman, 2005.
HISRICH, R.;PETERS, M.;SHEPHERD, D. A. Empreendedorismo.7ª ed. Porto Alegre: Bookman, 2009.
HONJO, Y. Why are entrepreneurship levels so low in Japan? Japan and the World Economy, v.36, p. 88–101, 2015.
KANAMA, D. A comparative study of the entrepreneurial motivation of undergraduate and graduate students in Japan. Industry and Higher Education, v.35, n.2, p. 102–113, 2021.
KIM, H.Y. Statistical notes for clinical researchers: Chi-squared test and Fisher’s exact test. Restorative Dentistry & Endodontics, v.42, n.2, p. 152-155, 2017.
LIÑÁN, F. Skill and value perceptions: how do they affect entrepreneurial intentions? International Entrepreneurship and Management Journal, v. 4, n. 3, p. 257-272, 2008.
LIÑÁN, F.; CHEN, Y. W. Development and Cross-Cultural application of a specific instrument to measure entrepreneurial intentions. Entrepreneurship Theory and Practice, v. 33, n.3, p. 593-617, 2009.
LIÑÁN, F.; FAYOLLE, A. A systematic literature review on Entrepreneurial Intentions: Citation, Thematic Analyses, and Research Agenda. International Entrepreneurship and Management Journal, v. 11, p. 907-933, 2015.
LIÑÁN, F.; NABI, G.; KRUEGER, N. British and Spanish entrepreneurial intentions: A comparative study. Revista de Economía Mundial, v. 33. p.73-103, 2013.
LIÑÁN, F.; URBANO, D.; GUERRERO, M. Regional variations in entrepreneurial cognitions: start-up intentions of university students in spain. Entrepreneurship and Regional Development, v.23, n.3-4, p. 187-215, 2011.
LORTIE, J.; CASTOGIOVANII, G. The theory of planned behavior in entrepreneurship research: what we know and future directions. International Entrepreneurship and Management Journal , v.11, p.935-957, 2015.
MARCON, D.L. Teoria do comportamento planejado e teoria dos valores humanos: A influência na intenção empreendedora de estudantes universitários na região sudoeste do Paraná. 90 p. Dissertação (Mestrado) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Francisco Beltrão, 2018.
MARCON, D.L.; SILVEIRA A.; FRIZON, J.A. Empreender ou não: fatores condicionantes da intenção empreendedora. Revista de Administração FACES Journal, v.19, n. 1, p. 64-79, 2020.
MORAES, M. B.; SILVA, A.A.C.; MONTEIRO, R.C.R.V; MENDROT, A.R. Intenção empreendedora de alunos de graduação de uma universidade municipal do estado de São Paulo. In: IX EGEPE, 2016, Passo Fundo. Anais..Passo Fundo: IX EGEPE, 2016.
MORIANO, J.A.; GORGIEVSKI, M.; LAGUNA, M.; STEPHAN, U.; ZARAFSHANI, K. A cross cultural approach to understanding entrepreneurial intention. Journal of Career Development. v. 39, n.2, p. 162-185, 2012.
NAKAYAMA, T. Entrepreneurial intention in Japan: an empirical study on japanese university students. International Journal of Business and General Management. v. 5, n.3, p.81-96, 2016
OLIVEIRA, S.; LEAL, S. A intenção empreendedora dos estudantes: uma análise aos seus antecedentes. In: I Jornadas Ensino do Empreendedorismo em Portugal, 2015, Coimbra, Anais...Coimbra: Instituto Pedro Nunes, 2015.
OKAMURO, H.; VAN STEL, A.; VERHEUL, I. Understanding the drivers of an “entrepreneurial” economy: lessons from Japan and the Netherlands. CCES Discussion Paper Series, 36, 2019. Disponível em: https://ideas.repec.org/p/hit/ccesdp/36.html. Acesso em : 01 jul. 2021.
PAIVA, L.E.B.. LIMA, T.C.B.; REBOUÇAS, S.M.D.P. Intenção empreendedora entre universitários brasileiros e portugueses. REUNA, v. 26, n. 1, p. 43-61, 2021.
PARAY, Z.A.; KUMAR, S. Does entrepreneurship education influence entrepreneurial intention among students in HEI’s? The role of age, gender and degree background. Journal of International Education in Business, v. 3, n.1, p. 55-72, 2020.
PAUL, J. ; HERMEL, P.; SRIVATAVA, A. Entrepreneurial intentions - theory and evidence from asia, america and europe. Journal of International Entrepreneurship, v.15, p. 324-351, 2017.
SAHINIDIS, A. G.;XANTHOPOULOU, P. I.; TSAKNIS, P. A.; VASSILIOU, E. E. Age and prior working experience effect on entrepreneurial intention. Corporate & Business Strategy Review, v.2, n.1,p. 18-26, 2021.
SILVEIRA, A. ; BIZARRIAS, F. S. ; CARMO, H. M. O. Entrepreneurial Intention of the Participants of the Startup Weekend: Longitudinal Analysis. International Journal of Advances in Management and Economics. v. 6, p. 90-102, 2017.
SILVEIRA, A.; SILVENTE, G. A.; FERREIRA, C. C. Intenção empreendedora: fatores e abordagens atuais (janeiro de 2013 a janeiro de 2016). In: XIXI SemeAd - Seminários em Administração, 2016, São Paulo. Anais...São Paulo: XIXI SemeAd, 2016.
SINGH, I. Role of Demographic Variables in the Formation of Entrepreneurial Intention. Journal of Business and Management, v. 16, n.12, p. 20-25, 2014.
SOUZA, R.S.; SILVEIRA, A.; NASCIMENTO, S. Ampliando a Mensuração de Intenção Empreendedora: Estudo com Discentes de Graduação em Universidades Federais Brasileiras. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS GRADUAÇÃO E PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO, 41, 2017, São Paulo. Anais... São Paulo: ANPAD, 2017.
SOUZA, E.S.; FONTENELE, R.ES.; SILVA, A.L.L.; SOUZA FILHO, J.M. Mapeamento da produção científica internacional sobre intenção Empreendedora. Revista Gestão e Secretariado (GeSec), v. 10, n. 3, p. 114-139, 2019.
ZARDO JR. E.; ALMEIDA, L.F. A Intenção Empreendedora em Alunos Participantes de um Programa de Empreendedorismo Educacional no Brasil. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓSGRADUAÇÃO E PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO, 43, 2020, Anais... São Paulo: ANPAD, 2020.
Publicado
2022-04-01
Como Citar
Galão, F. P., Schiavi, A. C. P. de A., & Kataoka, C. L. (2022). Fatores de Influência na Intenção Empreendedora de Universitários Brasileiros e Japoneses do Curso de Engenharia Têxtil . REMIPE - Revista De Micro E Pequenas Empresas E Empreendedorismo Da Fatec Osasco, 8(1), 38-59. https://doi.org/10.21574/remipe.v8i1.368